Alarme, descrição geral

Excl. IL

Um avançado sistema de alarme com comando à distância, especialmente desenvolvido para o veículo.

O sistema de alarme encontra-se completamente integrado no sistema elétrico do automóvel, proporcionando assim elevada fiabilidade. O alarme pode ser configurado de acordo com as exigências do mercado e foi concebido para suportar todas as exigências legais e de seguradoras.

Factos & Vantagens

  • Códigos rotativos são enviados do comando à distância para evitar que pessoas não autorizadas copiem os códigos da chave.

  • A chave à distância ativa/desativa o alarme quando tranca/destranca o automóvel

  • Alcance 100 m

  • Confirmação por luz na ativação e desativação do alarme. Os indicadores de mudança de direção piscam uma vez na ativação e duas vezes na desativação.

  • Trancagem total (BLL) ativada após 15 segundos, quando automóvel é trancado com o comando à distância. (Não é standard em todos os mercados).

  • LED do alarme. Encontra-se instalado no topo do tablier. O estado do sistema de alarme é exibido no mostrador de informações dos instrumentos combinados. Exemplo: alarme disparado ou avaria de funcionamento.

  • Função Pânico. Perante uma situação de emergência é possível chamar a atenção pressionando o botão vermelho do comando à distância. São gerados sinais sonoros e luminosos. É utilizada a buzina normal do automóvel. A função encontra-se no sistema de fecho centralizado do automóvel. (Aplicável apenas em alguns mercados. Não permitida na UE).

  • Desativação temporária dos sensores.

    Comas definições do menu (car settings) no tablier é possível desativar os sensores instalados e o BLL. Se necessário consulte o manual de instruções do automóvel.

    Utiliza-se para evitar o disparo acidental do alarme, por exemplo: ao deixar um animal no automóvel ou ao viajar em ferry-boat.

  • Proteção de segurança do alarme. Perante uma avaria ou perda do comando à distância, é possível arrancar o automóvel e desativar o alarme utilizando a chave de ignição normal. A desativação é efetuada quando o fecho da ignição reconhece o código do transponder da chave de ignição.

  • Reativação do alarme é efetuada automaticamente caso não se abra nenhuma porta ou tampa no espaço de dois minutos após o alarme ter sido desativado com o comando à distância. Destina-se a evitar a desativação inadvertida.

  • Ativação passiva. Após a ignição ter sido desligada e a porta do condutor ter sido aberta e fechada, o alarme é ativado automaticamente. (Válido apenas para alguns mercados).

  • Sensores. Os seguintes sensores podem ser conectados ao sistema de alarme, separadamente ou combinados:

    - Sensor de movimentos1 dispara o alarme quando é detetado um movimento no habitáculo. Um poderoso complemento ao equipamento básico.

    - Sensor de nível, deteta alterações na inclinação do automóvel, por exemplo, em caso de roubo de rodas.

Nota!

A ligação do alarme é feita através de VIDA.

  1. Requer preparação IMS
Última atualização: 4/24/2019